No dia 31 de Março de 2008, em meio a muita “falação”, inclusive com matérias na mídia televisiva e um texto comovente, cheio de depoimentos de crianças por parte do Governo do Estado de São Paulo, ocorreu a entrega do “Parque do Belém”. Ao lado de uma comunidade carente, o espaço de 80 mil metros quadrados foi recebido com muito entusiasmo, pois deveria ser um espaço de lazer e aprendizado para aqueles que necessitam. Eu disse deveria porque o que ocorreu depois disso foi apenas o mais puro descaso e abandono.

Das 6 quadras poliesportivas entregues, apenas uma recebeu traves para a prática de futebol e uma outra recebeu duas tabelas de basquete –  são as quadras que dão frente para a Avenida Celso Garcia, e causavam a falsa impressão de que o Parque oferecia muitas quadras “completas” -, as outras 4 são apenas um retângulo cimentado e nada mais. Nestes meses que se passaram, o Casarão tombado como patrimônio público, recebeu apenas a visita de pessoas que faziam dele esconderijo para uso de drogas, tanto que para coibir a ação dessas pessoas, a solução encontrada foi cercá-lo com placas de concreto que em algumas semanas foram completamente destruídas. A manutenção que o Parque deveria receber é inexistente pois a maioria das tampas que cobrem as caixas de fiação sob o solo foram furtadas, juntamente com as grades das canaletas de água, o playground das crianças encontra-se em estado precário, inclusive com farpas e pontas de ferro expostas. Conversando com os vigilantes que trabalham no Parque, por três vezes ouvi que o trabalho deles era ficar de olho para que nenhum barraco fosse levantado lá dentro por pessoas da comunidade. Eles trabalham de forma precária, e por vezes já foram ameaçados.

O Parque é praticamente divido em dois lotes, um que está abandonado como mostram as fotos e o outro que, como alardeia a mídia, receberá a Etec. As obras começaram há 5 meses segundo um dos vigias, mas só o que tem lá por enquanto é um esqueleto e nada mais.

Fico me perguntando o que acontece com o dinheiro que deveria manter o Parque em bom estado de conservação: Será que ele chega? Ou será que é apenas mal gasto? Não consegui conversar com nenhuma pessoa da administração, mas durante a semana irei procurar as respostas para as minhas dúvidas. Abaixo seguem os flagrantes do estado de conservação do Parque.

Anúncios