Investimentos preveêm Auditório e Teatro no Parque.

Investimentos preveêm Auditório e Teatro no Parque.

Em busca das razões pelas quais o Parque do Belém encontra-se completamente abandonado, liguei na Secretaria do Meio Ambiente, perguntei sobre o telefone da administração do Parque e a pessoa que me atendeu ficou espantada ao saber que este Parque existia, disse que não podia me ajudar, mas me passou outro telefone: O do Instituto Florestal. Liguei lá e a atendente também surpresa foi a procura da informação com a secretária do Diretor do Instituto:

– Esse Parque não consta aqui não, acho que é da prefeitura ele.
– Não.  Senhora o Parque é do Estado de São Paulo, tem uma placa lá que diz isso.
– Mas onde é que fica esse Parque?
– O Parque fica situado onde antes era a antiga FEBEM do Tatuapé, atual Fundação Casa.
– Ah tá! Então você pode ligar direto na Fundação Casa.

Liguei na Fundação Casa. Ninguém sabe, ninguém viu.
Enfim, como deveria ter feito desde o início, fui até o Parque e depois de andar um pouco consegui encontrar o prédio da administração. Uma casinha bonita, mas tão vazia que parecia que nem ar tinha, senti que seria sugado pelo vácuo lá dentro. Procurei por um funcionário do Parque e ele me disse que o “Seu Caco”, o administrador, estava andando por lá, passou um rádio para alguns colegas e logo fiquei sabendo onde ele estava. Perguntei como o Seu Caco era ao vigia, já que teria algumas perguntas embaraçosas para fazer a ele, ao que me respondeu: “Ele é grandão, bigodudo com uma cara séria, mas é muito gente boa.” Bom, pensei comigo, melhor chegar de mansinho então.

Andei um pouco olhando ao redor para ver se o encontrava. Depois de caminhar um pouco o avistei ao longe vindo em minha direção com um certo ar pomposo. Ao topá-lo perguntei se ele era o “famoso” Seu Caco e logo seu semblante mudou, passou de carrancudo ao de um senhor bonachão. Me perguntou se poderia ajudar e me apresentei dizendo que era um “captador de recursos” interessado em trazer melhorias ao Parque. Me pareceu feliz com minha apresentação e começou a falar sobre as mudanças que vão ocorrer durante o ano. As obras para melhoria do Parque estão em fase de licitação segundo ele, o Edital está sendo elaborado e lá consta a implantação da reforma do Casarão que será transformado em uma sala de teatro, muitas quadras, ciclovias, lanchonetes, e até um auditório.

Mas porque o Parque encontra-se nesse estado? Com o mato crescendo para todos os lados, brinquedos quebrados, quadras sem trave e equipamentos? Segundo ele, como esta Licitação “maior” que irá agregar todas as áreas de manutenção e investimento no Parque já está para acontecer, seria desnecessário abrir outra para contratar uma empresa para fazer o serviço. Não concordo, mas o que foi feito, foi feito, afinal de contas, o Parque já está sendo degradado há muito tempo, não foi ontem que o mato cresceu.
“Seu Caco” me pareceu muito alegre ao falar dos investimentos, como alguém que acabou de tirar a sorte grande depois de passar um bom tempo tendo de trabalhar sem condições. Ao que parece ele administrará um Parque imenso, com área estimada em 270 mil metros quadrados.

– Essa parte que está aberta ao público é só um pedacinho, que foi aberto às pressas. O Parque mesmo será completo! Aos moldes do Parque da Juventude, do Parque do Ibirapuera, vai ficar lindo, você vai ver. Em mais um ano, um ano e meio de obras ele estará completinho. Pode acreditar.

Eu acredito Seu Caco, eu acredito, porque estarei lá conferindo sempre que puder. Já que o senhor me convidou para visitá-lo sempre que achar necessário. Eu sou tranquilão, mas sei ser chato quando preciso.

Anúncios