Depois de fazer o curso lá no Ibiosfera e ter contato com a realidade da permacultura, eu fiquei com uma puta vontade de montar um minhocário pra gente. Depois de ver a “performance” do Peri Pane, eu fiquei decidido.Sei que é meio redundante dizer, mas pense um pouquinho só na quantidade de lixo que produzimos todos os dias. Tem gente que pensa: “Ah! É só reciclar e pronto.” Mas não é bem assim, eu nem me incomodo mais com o que pode ser reciclado ou reutilizado – porque de certa forma, isso já virou um mercado em forte expansão no mundo todo-, o que me incomoda mesmo, é saber que muito do lixo que nós produzimos não pode ter outro destino que não seja os aterros sanitários, ou seja, tomará um enorme espaço durante milhares de anos.

Aqui em casa nós separamos o lixo porque no condomínio tem coleta seletiva, então não tem desculpa para não fazer, além do que, quero que minha pequena cresça convivendo com isso de forma natural. Consegui encontrar umas caixas legais em um mercado próximo de casa e depois de fuçar muito na internet para entender todo o processo tomei coragem e fui atrás de conseguir as minhocas. Entrei em contato com o pessoal da AAO, e de forma muito gentil eles me cederam o telefone de uma minhocultora aqui de São Paulo. Ela faz um trabalho muito legal, coletando o lixo orgânico de boa parte da rua dela lá na Lapa: Os vizinhos separam o lixo orgânico e ela alimenta suas minhocas, um exemplo de uma vizinhança ideal, com cooperação e idéias sustentáveis. No final de semana passado fui até lá buscar as dita cujas.

Uma semana depois, em sua nova casa, as minhocas estão tranquilas. Por enquanto parece que tenho conseguido controlar a umidade aos níveis aceitáveis por elas. Nos primeiros dias, com a caixa muito úmida, percebi que elas tentaram “fugir” – não uma ou duas como é natural, mas dezenas delas mesmo -, depois de colocar mais matéria seca, as coisas se acalmaram e agora apenas uma ou outra, deixa de comer para se aventurar pela caixa. Vou continuar observando e fazendo os relatos aqui, porque percebi que tem muita gente tentando fazer um desses.

O sistema é muito fácil de montar e aqui em casa caiu como uma luva, em uma semana, nós praticamente não jogamos nada fora, com exceção de material higiênico e as famosas embalagens de plástico metalizadas, quase tudo foi para a reciclagem ou para o minhocário.

Se você dispoêm de uma grana extra, pode comprar o minhocasa, que é o sistema que eu “copiei” aqui em casa. Eu teria comprado se pudesse, afinal de contas, o minhocário pode ser interpretado como mais um item indispensável numa “cozinha moderna”, como um fogão ou uma geladeira, certo? Mas como a grana está curta, eu tentei fazer com minhas próprias mãos.

Atalhos:

– Faça você mesmo.

– Minhocário no Ecoprático.

minhocario_01

Minhoca a vontade em sua nova casa.

minhocario_02

Material orgânico misturado a um pouco de húmus.

minhocario_03

Separando as caixas.

minhocario_04

O sistema pronto. 3 caixas empilhadas, sendo as duas de cima com os fundos furados, permitindo a passagem das minhocas. A última de baixo retém o excesso de humidade das caixas de cima.