Só quem pedala sabe.

Fiz este desenho ontem, e ao ler o texto que o Odir postou hoje, parece até que fiz pensando em suas palavras. Muito bom o post, exemplifica o quanto nossa relação com a cidade e as pessoas  muda depois que passamos a viver o cotidiano de bicicleta. Mais respeito, compreensão e uma vontade de mostrar aos outros que é possível.

Uma cidade mais humana, essa é a meta. Vamo que vamo!