Sábado passado fui fazer um pedal na Ciclovia do Parque Ecológico do Tietê. Embora a velocidade das obras nem de longe se pareça com o que aconteceu na ampliação da Marginal, andando por lá fica claro que pelo menos os caminhões e tratores continuam remexendo a terra. Andamos quase 15 kilômetros de uma ponta a outra dela, e pude ver dois trechos com máquinas e homens descansando na sombra. Andamos além do Parque Jacuí em São Miguel Paulista, onde as obras continuam.

Embora essa ciclovia também siga próxima ao rio, ela nem de longe lembra a da Marginal Pinheiros, durante alguns trechos é possível pedalar pelo meio da mata ouvindo apenas as cigarras e sentindo o cheiro de alguns pés de eucalipto. A ciclovia está com uma frequência muito boa de pessoas, cruzamos muitos ciclistas pelo caminho, muitos deles fazendo o uso cotidiano da bicicleta, casais e crianças que iam até o Parque Ecológico.

É óbvio que eu esperava poder pedalar pelos 230 kilômetros prometidos, no entanto foi muito bom poder ver de perto tanta gente fazendo uso da ciclovia, principalmente em uma parte da cidade onde o investimento público rareia.

Enfim, se ainda não foi lá, vale muito a pena.

Cuidado com o cachorro-vaca-capivara alienígena que ronda o parque!