You are currently browsing the tag archive for the ‘faça você mesmo’ tag.

Eu produzo esses carimbos em casa. Testados e aprovados pela minha filha! Jeito bom de estimular a criatividade dela. Sempre acabo descobrindo um jeito novo de usá-los nas brincadeiras. Se você tá de saco cheio de brinquedos eletrônicos e quer presentear seu filho, sobrinho, o filho do seu amigo, taí um jeito legal! Diversão garantida!

O kit custa 50,00 e vem nessa sacolinha costurada e silkada de forma artesanal.

Só mandar um email para bicicletagirassol@gmail.com
Se estiver em São Paulo posso entregar em mãos.

Eu e o Aleba criamos uma marca de camisetas para pessoas que identificam-se com a nossa forma de agir e pensar. Promover a mobilidade e hábitos sustentáveis, fortalecer a cultura da bicicleta, humanizar o trânsito e transformar a cidade. Vai! Viagem ao Infinito!

Para adquirir entre em contato no cabelo.sntfrt@gmail.com

R$ 40,00 + frete.

O Klaus Volkmann que participa da Massa Crítica de Porto Alegre postou um comentário sobre as placas que fiz com os vinis, e através do link que ele deixou acabo de conhecer seu trabalho: Uma bicicleta de bambu! Fiquei de cara com o projeto dele: bicicletas, o legítimo faça você mesmo e sustentabilidade na veia. Estou lendo todos os posts de seu projeto, e a cada linha fico mais impressionado e feliz também! Abaixo um pouco do que o inspirou a começar seu projeto:

“A grande vantagem do bamboo e o que me atraiu a começar a trabalhar com ele é que além das fantásticas qualidades mecânicas ele é uma matéria prima formidável em relação ao meio ambiente. Cresce mais rápido que qualquer outra planta sendo que durante o crescimento absorve muito gás carbônico do ar e isso tudo consumindo muito pouca água. Meu objetivo além de construir bicicleta de alta performance é divulgar o bamboo como matéria prima pois se pode usar ele para construir uma infinidade de coisas com um impacto ambiental baixíssimo e talvez até positivo o que é raríssimo. Simplesmente substituindo os eucalíptos pelo bamboo teríamos muito mais rendimento para o mesmo espaço, sem secar os lençóis freáticos e inclusive sem a necessidade de replantar pois colhendo o bamboo de uma maneira inteligente logo surgem novos brotos que logo estão com muitos metros de altura…”

Aproveitei o domingão pra fixar mais algumas placas.

Vinis do Zezé de Camargo e similares, stencils, tinta e arame. Reciclar, reduzir, reutilizar como disse o Thiago. Bicicletas no imaginário da cidade, essa é a meta.

O autor

Valdinei Calvento - ilustrador.

Gente boa, tranquilão, bom pai, anda de bicicleta (e acredita nela), curte desenhar, plantar umas sementinhas, acredita em algumas pessoas, luta por elas, e sempre que possível, corre de São Paulo.

Bicicleta Girassol é o meu portifólio.

Creative Commons

Gostou dos desenhos e textos? Odiou? Não tem problema, se estiver afim, pode usar, fica à vontade. Tudo o que está aqui é seu também. Se quiser, é claro.

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 78 outros seguidores